Compostagem residencial

7 09 2009

Compostagem

Quando o assunto é reciclagem, muitas pessoas sabem de cor o que fazer com produtos como latas, plásticos, vidros e papéis, que atualmente podem ser separados para serem coletados pelo sistema de coleta seletiva da Comlurb (nos bairros que contam com o serviço) ou mesmo para serem levados a alguns postos de recebimento de produtos recicláveis espalhados pela cidade, como as Estações de Reciclagem Extra H2OH, encontrados em alguns supermercados da rede Extra. Mas a questão muda em relação aos produtos orgânicos, como restos de comida e cascas de frutas e verduras, que quase sempre vão parar na lixeira comum. Muitos especialistas ambientais ressaltam, no entanto, que o desperdício só ocorre pela falta de conhecimento das pessoas, já que o lixo orgânico pode e deve ser aproveitado dentro de casa.

Uma das formas mais interessantes de se utilizar produtos orgânicos é por meio da compostagem. A compostagem é um processo natural de decomposição de materiais orgânicos pela ação de microorganismos, cujo produto final é o “húmus”, um adubo natural de ótima qualidade para plantas. A técnica pode ser feita com o uso de uma caixa apropriada, mesmo dentro de ambientes pequenos, como apartamentos, e é defendida por ambientalistas.

De acordo com a consultora ambiental Tais Queiroz, que trabalha na Recicloteca, um centro de informação sobre meio ambiente e reciclagem, a compostagem é a solução ideal quando as cascas de frutas e verduras estão muito machucadas ou estragadas a ponto de não mais serem aproveitadas.

“É muito fácil criar uma caixa composteira. Com uma caixa organizadora, alguns potes de sorvete, borras de café e restos de alimentos é possível criar um composto que, num período de dois meses, vai se transformar em um ótimo adubo para plantas de vasos ou de jardim.”, explica a consultora.

Compostagem1Para Tais, o principal motivo de muitas pessoas não realizarem a compostagem é a falta de conhecimento sobre a praticidade do processo. Ela diz que muitas pessoas têm a idéia equivocada de que a caixa poderia causar mal cheiro ou atrair de insetos ou ratos.

“Não dá cheiro ruim. A borra de café ajuda a evitar o cheiro. Nos primeiros dias, aparecem uns mosquitinhos, que são aqueles que normalmente dão em frutas que estão ficando estragadas, mas, depois de alguns dias, passa. Até porque a caixa fica fechada, com apenas alguns furos para que o composto possa respirar.”, garante.

Já a consultora socioambiental Pólita Gonçalves enfatiza os benefícios que a separação adequada do lixo e o uso das composteiras trazem para o Poder Público e para os próprios cidadãos.

“Quando a pessoa diminui os materiais tóxicos dos aterros sanitários, ela otimiza a gestão dos resíduos da cidade, com o prolongamento da vida útil desses aterros e com a redução dos gastos públicos. É importante lembrar que somos nós que pagamos por essa gestão”, afirmou Pólita.

Para construir uma composteira em casa não é preciso muito espaço. De acordo com especialistas, uma pequena caixa de composto pode ser montada num espaço inferior a um metro quadrado. O composto também não precisa de sol, bastando uma área de sombra que seja arejada. Qualquer resto de frutas ou verduras pode ser utilizado. No caso de comida comum, as exceções ficam por conta de resíduos que contenham açúcar, sal ou óleo de cozinha.

A fim de disseminar a utilização da compostagem entre os cidadãos e, ao mesmo tempo, desmitificar a idéia de que é necessária uma área grande para colocar o processo em prática, a Recicloteca produziu um vídeo para ensinar como fazer um composto dentro de um apartamento.

Assista ao vídeo de como fazer no link abaixo.

Fonte: http://oglobo.globo.com/rio/debemcomorio/mat/2009/09/04/especialistas-defendem-compostagem-como-solucao-para-lixo-organico-residencial-767470629.asp


Ações

Information

5 responses

26 09 2009
France

Adorei este site pois sou amante das flores. Recentemente verifiquei em meu modesto jardim de varanda que a Impatiens walleriana expele grânulos (como cristais de sais) em sua folhas. Saberia explicar por que e do que se trata? Muito Grata.

19 10 2009
jardineiromaluco

Não tinha percebido isso por aqui. Não será porque você mora perto do mar? Ela deve expelir o excesso de sal da maresia.

29 09 2009
m. das graças

muito imteresante a compostagem residencial

12 05 2010
juliana

Olá adorei aprender um pouco mais sobre compostagem, mas o vídeo não está indo até o final. O que será que está acontecendo?
Obrigada

26 05 2010
jardineiromaluco

Olá Juliana! O site da globo.com deveria estar com problemas na ocasião. Parece que agora está normal. Obrigado pelo aviso. Att. Leonardo.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: