Melhoral ou Anador (Justicia pectoralis)

18 07 2009

O Melhoral (Justicia pectoralis) é uma planta herbácea de até 60 cm de altura que produz flores brancas ou róseas. Suas folhas e caules contém cumarina, um anticoagulante, e DMT, um alucinógeno. É largamente utilizada como planta medicinal na América do Sul e também é usado em rapés sagrados (feitos com as sementes de duas espécies de Virola, ambas nativas da Amazônia) por ter aroma semelhante ao de baunilha.

Justicia pectoralis1O Melhoral é uma planta trepadeira ou rasteira com ramos finos que enraizam facilmente nos nós. Folhas opostas e lanceoladas com pecíolos um pouco ondulados. Flores em panículas e tubulares com 2 lábios pubescentes de cor branca, lilás ou rosa por vezes pontilhada de roxo escuro. Sementes são achatadas e aveludadas e se formam em cápsulas. A variedade stenophylla foi originalmente usado pelos povos indígenas da Colômbia e bacia do Amazonas. Várias tribos indígenas adicionavam o pó das folhas secas ao pó das sementes da Virola thetodora produzindo assim um rapé alucinógeno. Continue lendo »





Pedilanthus tithymaloides

18 07 2009
  • Pedilanthus tithymaloides5Nome Científico: Pedilanthus tithymaloides
  • Sinonímia: Euphorbia tithymaloides, Tithymaloides myrtifolium, Tithymalus myrtifolius
  • Nome Popular: Sapatinho-do-diabo, Dois-amores, Dois-irmãos, Picão, Sapatinho-de-judeu, Sapatinho-dos-jardins, Planta-zigue-zague, Zigue-zague, Pedilanto Continue lendo »




Jurubeba (Solanum paniculatum)

10 07 2009
Jurubeba (Solanum paniculatum)

Jurubeba (Solanum paniculatum)

A jurubeba (Solanum paniculatum L) é uma planta medicinal de sabor amargo, comum em quase todo o Brasil.

A infusão do seu caule e da sua raiz em álcool de cana (cachaça) é popularmente utilizada como aperitivo e como digestivo. Continue lendo »





Rivina Humilis

10 07 2009

Rivina_humilisPlanta nativa dos EUA, onde é conhecida por Bloodberry, Pigeon Berry e Rouge Plant. Em tradução livre seus nomes populares no Brasil seriam: Cereja-sangue, Cereja-de-Pombo e Planta Carmim.

Trata-se de uma planta herbácea de até 1 metro de altura que produz frutos ornamentais vermelhos de 5 mm de diâmetro. A planta é muito ornamental e atrai pássaros quando carregada de frutos. Continue lendo »





Feno-grego (Trigonella foenum-graecum)

6 07 2009
Sementes de Feno grego

Sementes de Feno grego

Nativo da Índia e da Ásia Menor, desde a Antigüidade popular como especiaria, erva medicinal e tempero, o feno-grego, ou trigonela, hoje é cultivado em quase toda a Bacia do Mediterrâneo, na Índia, no Paquistão, no Marrocos e na Argentina. Seu nome em latim, foenumgraecum, significa “feno-grego”; já o nome trigonela faz referência à forma triangular de sua flor amarelo-pálida. Continue lendo »





Plantas medicinais 27/06/2009

6 07 2009

Minhas plantas medicinais em 27 de Junho de 2009.

Babosa (Aloe vera)

27 de junho de 2009 - Babosa (Aloe vera)

Continue lendo »





Ipecacuanha (Psychotria ipecacuanha)

2 07 2009

De acordo com o Wikipedia:

Psychotria_ipecacuanhaA Ipecacuanha (Psychotria ipecacuanha) é uma planta da família Rubiaceae, muito comum no Brasil.

As suas raizes contém um poderoso emético (estimulante do reflexo do vómito) também denominado Ipecacuanha.

Foi introduzida na Europa em 1672 por Legros, um viajante na América do Sul. Foi usada no tratamento da disenteria e vendida pelo médico francês Claude Adrien Helvétius sob licença de Luis XIV.

Hoje em dia os fármacos purificados, cefaleína e emetina ainda são usados como antieméticos. Eles estimulam o centro neuronal vomitivo (área postrema medular).

A emetina também é usada contra amebíase, pois atua como limitador na formação das proteínas, além de efeitos circulatórios. Por volta de 1930, foi sintetizado a dehidroemetina (diferente da primeira apenas por uma dupla ligação próxima a um radical etil), que possui menos efeitos colaterais.

Psychotria_ipecacuanha1Mais informações:

O interesse maior na ipecacuanha é por ser um agente bactericida (emetina e cefalina) eficaz no combate à amebíase intestinal e hepática, e aliado a outros componentes, pode ser utilizada no combate à asma e à diarreia. A produção de raízes, que no processo extrativista é de duas a três toneladas por hectare, pode duplicar em sistemas de produção desenvolvidos pela pesquisa. Outra novidade da pesquisa da Embrapa Amazônia Oriental é a determinação do processo de micropropagação. Com essa tecnologia, plantas mais produtivas podem ser clonadas, refletindo em maior produtividade de raízes e redução em até três vezes do custo de obtenção das mudas.

CULTIVO DA IPECACUANHA (EMBRAPA)

Atualmente a Ipecacuanha é uma das culturas agrícolas mais lucrativas, logo deverá cair nas mãos de grandes monocultores. Enquanto isso não acontece ela está dando ao produtor até R$ 80,00 o kg, com grande demanda internacional.
No entanto, para comercializar é preciso ter licenciamento no IBAMA atestando que o material vem de cultivo e não de extração.

Fontes:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Ipecacuanha
http://caldeiraodenovidadesplantasmedicinais.blogspot.com/2008/06/ipecacuanha.html